UE aprova passaporte de covid para reabrir turismo

Documento, que atestará se a pessoa foi vacinada, testou negativo ou já teve covid-19, permitirá a livre circulação de cidadãos europeus dentro do bloco

Fonte: Diário do Turismo


A União Europeia (UE) aprovou ontem a criação de um certificado de covid-19, para abrir o turismo em todo o bloco de 27 países neste verão (Junho a Setembro no hemisfério Norte), num momento em que o avanço da vacinação permite o relaxamento das restrições impostas para conter as infecções.


A UE está mais avançada na introdução desse tipo de documento, para dar impulso ao turismo interno e internacional. Vários países estão estudando algo similar, assim como órgãos de viagens, como a Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA). O Brasil ainda não tem esse documento.


O programa de atestado é independente de planos de abrir o bloco a turistas vacinados não provenientes de países da UE.


O certificado gratuito será na forma de um QR code em celular ou papel e permitirá que autoridades verifiquem o status de um turista com base em registros de seu país de origem na UE. Mostrará se a pessoa foi vacinada, se testou negativo recentemente ou se já teve covid-19. Quase 40% dos adultos da UE já receberam a primeira dose da vacina.


Os países da UE concordaram em se abster de impor restrições adicionais, como testes ou quarentena, a não ser por motivos excepcionais, como o advento de uma nova cepa de coronavírus.


A previsão é que o sistema comece a ser testado em Junho e entre em vigor em 1º de Julho.


Além dos 27 países da UE, o programa abrange ainda Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça.


Por Philip Blenkinsop — Reuters, de Bruxelas

21/05/2021

Fonte: Valor Econômico